quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

SANTA JOANA D´ARC: LEIGA E CONSAGRADA A SERVIR A DEUS NO MUNDO


A maioria dos santos reconhecidos pela Igreja Católica, foram padres, religiosos ou religiosas. Muitos destes foram fundadores de ordens religiosas. Joana d´Arc é uma das poucas exceções. Além de mulher camponesa e leiga, assumiu a tarefa de liderar um exercito e executar atividades ainda em nosso tempo, vistas como ação exclusiva dos homens, por muitos. Mas se Joana se mostra por sua missão, digamos próxima das reivindicações feministas, por sua fé está completamente longe destas.O que faz Joana deixar a familia e se fazer guerreira não é a vontade de mostrar igualdade entre homem e mulher. É a fé em Deus e o pleno consentimento à sua vontade. Só pela fé ela se consagra à missão de salvar a França. Por obediência a Deus se faz guerreira e não por uma ideologia feminista. Acusada de querer exercer atividade próprias dos homens, responde: "Quanto as tarefas de mulher, há muitas outras para faze-las." Ao mesmo tempo reconhece que sabe muito bem como desempenhar trabalhos de mulher, pois diz: "Não temo nenhuma mulher em Ruan na arte de fiar e coser." Sua ação militar é genuinamente mística. Nasce da fé no Deus que INTERFERE na história.

Em total semelhança com o mistério da Encarnação, a missão de Joana indica ação de Deus na história humana. Só o Cristianismo crer que o próprio Deus se fez homem e consagrou o nosso corpo e nossas atividades diárias. O trabalho, o lazer, o descanso tudo o que é humano, passa a ser sacralizado, porque Deus assumiu para si o que antes destinara as criaturas. Só no Cristocentrismo (Cristo é o centro da história human) encontra-se o autentico humanismo; pois não houve nunca um deus que elevasse a humanidade ao nível da própria divindade. Só por Cristo nos tornarmos Filhos de Deus e nele descobrimos a nossa singular diginidade.
Joana é o maior exemplo de consagração leiga não oficializada na história da Igreja. Fez um voto de guardar a virgindade, mas não o fez nas mãos de um padre ou bispo. O fez no intimo do seu coração. E este mesmo voto recebia todo o significado da missão que assumira. Foi para ser a Virgem guerreira que o fez e não simplesmente para ser uma guerreira virgem. Ela mesma diz que fizera voto de permanecer virgem ate quando a Deus agradasse. O próprio voto está subordinado à vontade divina. Tem valor pelo que simboliza e não por si mesmo. Indica uma entrega a Deus e ao que ele manifestou; no caso dela a Salvação do próprio país. A paz para o povo. Hoje, em que existe varias formas de vida consagrada, Santa Joana d´Arc nos indca também o caminho da consagração interior. E se não somos chamados, para na simplicidade, realizar coisas extraordinárias tal e qual ela, sem duvida somos destinados a realizar com heroicidade as coisas ordinárias e comuns; suportando a monotonia e rotina diária. Adquirir celebridade é um grande perigo. Pode nos conduzir ao orgulho. Permanecer disponível à vontade de Deus e servi-lo com o mesmo entusiasmo; realizar o nosso trabalho e as menores tarefas domesticas com fervor; sendo luz para mundo em nosso falar e agir. Eis a mensagem que toda a vida de Santa Joana d´Arc nos traz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário