terça-feira, 21 de junho de 2011

SANTOS E IMAGENS

Eu entendo o culto religioso prestado aos santos porque estes pertencem a Deus. Há o culto cívico aos heróis da pátria que consiste em honrar a memória destas pessoas dando-lhes nomes de ruas e erguendo estátuas destes. Nunca vi ou ouvi um protestante reclamando de estátuas nas praças dos heróis da nação. Mas não admitem estátuas de Jesus, de Maria ou dos santos. Ora tudo que pertence a Deus é sagrado porque retirado do uso profano reservado apenas a ele. As imagens simbolizam e representam pessoas de Deus e não objetos de decoração ou enfeites(Infelizmente estão se tornando bibelôs; vejam a proliferação de imagenzinhas de resinas com carinhas de boneca), mas fazem, parte de Deus. Lembremos que a Arca da Aliança não era Deus e  também  o Templo, nem os pães da proposição. Mas estes eram considerados sagrados porque indicavam relação direta com Deus. Assim também os santos e suas imagens são sagradas porque indicam a relação destes com Deus e de Deus com eles. Por isso o culto a estes difere do culto cívico prestado a homens para quem apenas o passado interessa. Os santos segundo a nossa fé estão com Deus. Então os honrarmos com  salvos e membros  da Igreja triunfante. De certa foram o culto prestado a eles é um desdobramento do culto devido só a Deus no sentido de que os reverenciarmos por causa de Deus que os santificou e os salvou e não por cauda deles mesmos. Suas imagens lembram para nós o triunfo destes sobre o pecado e a morte. Infelizmente a devoção popular distorce este culto e o torna supersticioso porque desconhecem a vida do santo que é representado. E entende que são apenas fazedores de milagres a quem se paga promessas. É preciso evangelizar a partir da religiosidade popular colocando o verdadeiro significado dos santos e seus ícones e imagens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário