sábado, 9 de julho de 2011

A MULHER A INIMIZADE ENTRE ESTA E A SERPENTE, E A SEMENTE DA MULHER QUE ESMAGOU A CABEÇA DA SERPENTE.



"Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua SEMENTE e a sua SEMENTE; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar." Gn. 3,15


A semente da mulher é o novo Adão,  Jesus Cristo. Este é a semente da mulher porque gerado de mulher e não da semente de homem (Gl. 4,4) Mas não foi gerado de qualquer mulher. Não de uma das filhas de Eva, aquela que pecou. Mas gerada da Mulher que Deus fez inimiga da serpente. Inimizade completa sem possibilidade de acordo ou união. Assim como quem nasce de uma escrava, já nasce escravo, o nascido da Mulher,  inimiga da serpente, já nasceu também inimigo da serpente.  E a mulher foi feita inimiga da serpente porque  esta era a árvore, que iria trazer  a semente  que esmagaria esta mesma serpente. Esta semente é o Cristo Jesus, nascido da Mulher; o que venceu a serpente eterna inimiga da mulher e de toda a sua descendência. Esta é a batalha que acontece no mundo. A guerra entre a luz e as trevas. Entre os filhos da serpente e os filhos da mulher.  Jesus é a semente da Mulher e esta mulher é sim, Maria, a que desde sempre foi a Favorecida, a  recebedora da Graça divina, porque sendo inimiga da serpente jamais poderia ser escrava de seu poder. Por isso Deus,  quando diz, porei inimizade entre tu e a Mulher, não se referia a Eva;  não teria sentido por inimizade entre uma mulher que já fora aliada da serpente. A mulher da qual veio a semente que esmagou a cabeça da serpente,  é a Virgem Maria. Eis porque que o autor do quarto Evangelho e do Apocalipse faz Jesus referir-se à sua mãe como a Mulher. Não porque não se reconhecia filho dela. Mas sim, porque ele é a semente da Mulher. A nova Mulher, Nova Eva, que triunfa junto com o novo Adão, o Cristo Jesus.

Um comentário: