segunda-feira, 16 de abril de 2012

A Flor do Campo murcha em tão pouco tempo!

"...Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?" 
Mateus  6,30


Assisti a um filme em que uma personagem comentava que a  mãe  dela não gostava de flores. E explicava desta forma o motivo: "Por que cuidar tanto de uma coisa que nós sabemos que vai morrer tão cedo?"

Não só as rosas, mas ouvi dizer, que muitos outros seres vivos tem uma vida muito curta. Comentam, mas não sei é científico, que as moscas duram só 24 horas. Mas usufruem do direito de viver as 24 horas dadas por Deus a elas. E Deus também não trabalha inutilmente quando dá as flores dos campos um vestimenta mais rica do que a de Salomão, conforme as palavras de Jesus, para uma flor que no outro dia já estará murcha, ou mesmo na tarde.

O cuidado de Deus pelas simplórias flores do campo, que morrem muito rápido me fez lembrar o  amor de uma mãe. Quantas após darem ao mundo um novo ser normal, por complicações no parto ou doenças, perdem seus filhos poucos dias após nascidos. Se soubessem que estes iriam morrer logo após o nascimento, mesmo assim, ainda esperariam para o parto? Felizmente Deus não revela as mães por quanto tempo ficará vivo sobre a terra um ser humano. E me lembrei que Deus compara o seu amor pelas criaturas, como o amor de uma mãe.

 "pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, eu, todavia, não me esquecerei de ti." Isaías 49,15

Infelizmente pode. Hoje não só pode como até lutam para que o fruto de seu ventre seja descartado como uma coisa qualquer. Mas Deus, se mostra nossa verdadeira mãe. Porque sabia existiram tais mulheres que abandonaria o fruto das suas entranhas, Ele porém nunca nos abandona.

Como afirmou Jesus, Deus cuida com máxima atenção e embeleza uma flor do campo que a tarde, já estará murcha e será lançada no fogo. As flores duram pouco tempo. Mas  não pensamos no breve tempo que elas vivem porém na beleza que elas no mostram neste breve tempo. Qualquer pessoa normal se encantaria com a beleza desta breve vida e nem se quer lembram que esta é tão breve. Mas apenas que é VIDA. E vida vinda de Deus e mantida por Deus. Este Deus que em seu amor é mais perfeito do que o amor de uma  mãe; já que há mulheres que não amam uma vida que dura tão pouco tempo. Talvez gostem mais das flores e nem lembram que elas murcham brevemente e morrem. Creio que neste caso, tem razão a personagem do filme. Por que cuidar de flores, já que  estas duram tão pouco tempo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário