domingo, 30 de setembro de 2012

A PALAVRA DE DEUS NAS SAGRADAS ESCRITURAS


 http://1.bp.blogspot.com/_b2qp_5Ft3FQ/TQUEUF3PX6I/AAAAAAAAAis/x8Qs6TXWDyI/s1600/Biblia-Sagrada.jpg


O Mês de setembro é todo dedicado as Sagradas Escrituras. A Igreja vive da Bíblia todos os dias do ano e não  só num mês. Em todas as missas são feitas leituras do Antigo e do novo Testamento. Na liturgia das Horas, recitamos os salmos e breves leituras do Antigo e novo testamento.

Mas o cristianismo não é a Religião do Livro. É a Religião da Palavra. Deus falou antes pelos profetas e nos últimos tempos por meio do seu filho. diz a carta aos Hebreus.

 Deus não mandou escrever, mas mandou anunciar. "Ide e ensinai a todos os povos..." Deus nos falou pelos profetas no Antigo Testamento e pelos apóstolos no Novo Testamento. Eles anunciavam a Salvação do pecado realizada por nosso Senhor Jesus Cristo.


Os livros que foram escritos antes da  vinda de cristo formam o Antigo ou primeira aliança. Os  escritos depois da ressurreição de Cristo formam anunciam a nova e definitiva aliança de Deus com os homens por meio de Nosso Senhor Jesus Cristo..
 
Deus primeiro falou e depois, inspirados por Deus os homens registraram a sua mensagem para que ficasse para sempre conosco. Mas assim como Deus, se dirigiu apenas aos profetas no Antigo Testamento e aos apóstolos e no Novo encarregando-os de anunciar a sua palavra, assim também não competi a pessoas individuais determinar o que realmente ensina a palavra de Deus. Por que  só a Igreja tem autoridade para definir  o verdadeiro sentido da Bíblia. Só ela pode definir  o que se pode crer e o que realmente os livros da Bíblia ensinam.



Disse Jesus “Quem vos escuta a mim escuta.”  Foram os apóstolos que testemunharam perante o povo, a Ressurreição de Cristo e foram eles que enviaram  outros discípulos . Os apóstolos deixaram seus sucessores os bispos e Pedro tem como sucessor,  o papa, Bispo de Roma. Só a Igreja possui autoridade, concedida por Deus para determinar o verdadeiro sentido da Bíblia.


Quando a Bíblia é isolada em si mesma, tornar-se causa de escândalo e tropeço para muitos. Por isto, tantas comunidades cristãs ensinam doutrinas diferentes. Para uns, os cristãos ainda deve guardar o sábado; para outras, o divorcio é permitido e casamento entre pessoas mesmo sexo.; para outras, Jesus não é Deus; outras afirmam que os mortos dormem; outras crêem que Jesus revelou a data em que vai voltar ao mundo, uns não permitem comer carnes com sangue e muitas outras doutrinas. A Bíblia deixada a  si mesma traz doutrinas contraditórias. O apóstolo Pedro mesmo afirmou que há partes delicieis nas cartas da Paulo que muitos distorcem para sua perdição. 
Nós, os católicos, amamos a Palavra de Deus, anunciada e escrita e cremos que a coluna e fundamento da Verdade é a Igreja, porque foi a Igreja que veio antes da Bíblia e foi pela Igreja que recebemos a Bíblia como Palavra de Deus, de forma que não sendo maior que a própria palavra de Deus, a Igreja é serva e guardiã desta mesma palavra para  que a mesma não seja deturpada e alterada pelo capricho dos homens.