segunda-feira, 22 de outubro de 2012

O INIMIGO E O JOIO



..."mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.Quando, porém, a erva cresceu e começou a espigar, então apareceu também o joio.Chegaram, pois, os servos do proprietário, e disseram-lhe: Senhor, não semeaste no teu campo boa semente? Donde, pois, vem o joio? Respondeu-lhes o senhor: Foi algum inimigo que fez isto."  S. Mateus 13, 24-28

           Nesta parábola Jesus explica a razão do mal no mundo. Compara os filhos das trevas como o joio semeado no campo por um inimigo. Refletindo sobre esta ação do inimigo fiquei me perguntando. E porque este não destruiu o campo? Pelo simples fato de que o inimigo não quer uma demonstração de ódio tão evidente. Se houvesse destruído  o campo  o Senhor em breve faria outro e além disto todos perceberiam que foi a obra de um inimigo. Mas o inimigo quis agir se ser percebido ou identificado. Ele semeou uma semente semelhante ao trigo, que se poderia ser identificada quando crescida. Por sito   o dono do campo pro amor ao trigo permitiu que o joio crescesse como este.

          Trazendo para nossa  época o joio representa todos os que espelham falsas idéias pelo o mundo e as apresentam como  boas idéias ou defesa do ser humano. São como o inimigo que age disfarçado. Vemos que em nossos dias os homossexuais desejam mais do que a liberdade para seus relacionamentos sexuais. Querem casar como se fossem um homem e uma mulher. E  isto não  é por amor ao casamento como Instituição. É para para avacalhar, denegri, ridicularizar o casamento como instituição elevada a sacramento pelo Cristianismo, pois o este,  é sinal da união mística entre Cristo e a Igreja. Não assisto novelas mas é impossível não saber o que estas apresentam. Nos telejornais, nas conversas é o que mais se fala. As novelas estão avacalhado  o casamento. Apresentando a poligamia como um ação legal e possível. Na novela Avenida Brasil, um homem casou em público com tres mulheres com quem já morava junto. E o pior é quem ninguém se escandaliza com isto. Talvez em breve, teremos marchas em defesa da poligamia, como temos em favor dos gays e outras reivindicações anti cristãs e desumanas, porque aviltm a digindiade de filhos de Deus concedida por Nosso Senhor Jesus Cristo.

           As feministas não desejam o dito "direito" de abortar porque defendem a saúde da mulher ou uma paternidade responsável. Lutam pelo direto de jogar fora no lixo a vida de um ser humano em potencial.   Em descartar um gravidez incomoda, que poderia ter sido evitada principalmente em nossa época, em que os meios de anticoncepção são muitos variados e há muito informação sobre estes. Querem consertar o erro de uma gravidez irresponsável com outro ainda maior. Uma homicídio horrendo perante um ser em formação e indefeso.

              Bem disse Jesus que os filhos da trevas são mais espertos do que os filhos da luz. Eles sabem disfarçar o veneno que desejam fazer apreciável  assim  como o inimigo soube danificar o campo onde havia o  trigo do Senhor semeando joio. Mas Jesus disse que o destino do joio como erva má e imprestável só pode ser  um: A fogueira eterna da destruição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário