terça-feira, 1 de janeiro de 2013

OBEDIENCIA AS NORMAS LITURGICAS NA SANTA MISSA



1.      Alteração das orações da missa pelo padre (absolutamente proibido).

2.      Ficar em pé quando é para se ajoelhar, inclusive o padre, após a consagração do pão e do vinho no Corpo e Sangue de Cristo.

3.      O uso de um ministro extraordinário da comunhão, quando há poucas pessoas em uma missa diária.

4.      Os sacerdotes e as pessoas correndo dentro da Igreja para oferecer o abraço da paz aos amigos e familiares.

5.      Nenhuma observação de silêncio antes da Missa.

6.      Aplausos durante a Missa (dirigidos aos que vem pela primeira vez de outras comunidades). Aqui está uma citação do Papa Bento  XVI sobre esta prática: "Onde os aplausos irrompem na liturgia por causa de alguma realização humana, é um sinal claro de que a essência da liturgia desapareceu totalmente e foi substituído por uma espécie de religioso entretenimento.  (A missa é para ADORARMOS A DEUS por  Cristo  e não nós.)

7.      Aplausos depois da leitura do Evangelho. Jesus não é político que faz comício quando fala no Evangelho. O Evangelho é para se ouvir e responder “Glória a vós Senhor” e não para aplaudir.

8.      Dar as mãos para rezar  o Pai Nosso..  (Isso é proibido com  base de que não nos é permitido adicionar ou alterar nada à santa  Missa)

9.      Cantar a oração de São Francisco e muito menos cantos evangélicos, como  “entra na minha casa”  durante a oração Eucarística ou de consagração do Pão e vinho no Corpo e Sangue de Cristo. (Conforme o primeiro item,  o padre não tem o direito de alterar nada na missa. A missa não é dele. É da Igreja.)

10. Permitir que ministros da Sagrada comunhão ou leigos, peguem a  Santíssima Eucaristia E COMUNGUEM como se faz num jantar ou festa de aniversário, ou seja a auto-comunhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário