segunda-feira, 4 de julho de 2016

Estado Laico, Nação Católica?




A Constituição do Brasil o define como um Estado laico. No sentido de que não adota uma religião oficial e nem privilegia nenhuma e considera todas iguais.  No entanto o cristianismo se define como a revelação do Deus único em seu único filho: Jesus. E sendo revelada pelo próprio Filho de deus jamais admite ser igual às outras, pois Deus quis e revelou-se no filho, o estabelecendo como único caminho  para se chegar a ele. Agradar a Deus é ouvir o filho, crer nele e obedecê-lo. Jesus tornar-se assim a verdadeira e única religião, em seu verdadeiro sentido de nos religar a Deus. E Jesus nos conduz ao seu corpo místico e também visível que é a Igreja Católica, apostólica e também romana em seu aspecto institucional porque tem o Bispo de Roma como sucessor de São Pedro, o primeiro dos apóstolos, a Pedra estabelecida por Cristo para assentar sua Igreja. Quem não aceita a Igreja, não aceita Cristo, assim com que rejeita Cristo rejeita Deus.

O Brasil se orgulha de ser o país de maioria católica. Mas, no entanto vive como se católica não fosse. Não adianta aparecida esta cheia de romeiros. Haver muitos feriados religiosos de padroeiros e ate litúrgicas como páscoa e Natal. Se o Brasil de fato fosse Católico o Estado mesmo laico poderia promulgar leis anticristãs como o divorcio, a descriminalização do aborto e o casamento gay e estas leis não teriam efeito. Pois os católicos não iriam aderir a elas; iriam recusa-las e lutar para que fossem abolidas. Infelizmente os mesmos católicos que se dizem devotos de Nossa Senhora Aparecida defendem esta leis e muitos se beneficiam delas. Então de nada adianta chamar Jesus de Senhor, Senhor e não obedecer a seus mandamentos. Se o Brasil fosse de fato católico não haveria corrupção generalizada, violência gritante contra os indefesos e os pobres seriam amados e defendidos. Jesus seria adorado publicamente e obedecido como rei da Nação. Nenhum governante mesmo ateu seria capaz de impor leis contra os mandamentos de Deus. Mas o catolicismo brasileiro é folclórico. É o de romarias e promessas e este catolicismo não incomoda. Não interferem na política, na economia, na arte enfim na vida social. Este tipo de fé e rejeitada pelo Senhor, pois ele mesmo diz. Este povo honra-me com os lábios, mas seu coração está longe de mi. Ser católico é ter amor a Igreja e obedecer ao que esta ensina e nenhum Estado laico esta acima da Lei de Deus. Se a o Estado se diz laico uma nação que se diz católica persevera em obedecer primeiro a Deus do  que aos homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário