quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Maria: O Mais perfeito fruto da Redenção






É preciso entender que  quando a Igreja  ensina que a virgem Maria foi concebida sem o Pecado Original, a palavra pecado aqui não significa uma ação em desacordo com a lei de Deus. É pecado com o P maiúsculo, pois indica não uma ação, Mas um fato. Uma situação. É a ausência da comunhão com Deus. A falta de sua graça que todos os seres humanos perderam em Adão e com a qual todos nasceram só pelo fato de sermos humanos.
No que diz respeito à Imaculada Conceição de Maria é necessário evitar dois mal entendidos. O primeiro pensar que Maria concebida sem pecado foi ter sido concebida sem ralações sexuais de seus pais. Com se pecado fosse o ato sexual. O segundo é entender que ela concebeu Jesus virgem, sem ter relações com José seu esposo. Isto não  o que ensina a Imaculada Conceição de Maria. Sexo não é sinônimo de Pecado original. O Pecado original é ausência da graça. Por isto todos nós nascemos sem a graça, pois os primeiros hunos a perderam pela desobediência esta graça para eles e para sues descendentes. Viemos a este mundo na desgraça. Ou seja, sem a graça. Só Maria foi Agraciada pro Deus desde sempre. Desde o primeiro instante em que foi concebida no útero de sua mãe, mesmo o tendo sido gerada de uma relação sexual normal e de pais pecadores.
E quem deve Maria a sua santidade especial Unicamente ao filho que ela iria gerar no futuro. Jesus. Não foi para que Jesus nascesse imaculado e separado dos pecadores que Maria foi preservada do Pecado. Sendo ele concebido pelo Espírito Santo não incorreria em Pecado mesmo que a mãe dele houvesse herdado pecado original. Mas  a santidade  do Verbo Eterno, a dignidade  infinita deste pediu uma mãe digna dele. Jesus não teria um vinculo pessoal tão intimo  com ao filiação  com uma mera criatura que fosse só por instante sua própria inimiga ; Filha da ira de Deus. É Maria que deve sua santidade unicamente a Jesus e não  o contrario E a deve porque estava predestinada a ser a mãe do filho de Deus feito homem. Ele a salvou para sua própria gloria impedido oque ela fosse concebida em pecado e sem a graça.
Por haver sido fruto de uma concepção normal e filha de pecadores que tinham o pecado original Maria tinha o debito do pecado; precisava que alguém pagasse por ela este debito. E Jesus o pagou na cruz com o fez para todos nós. Foi também por sua mãe que Jesus morreu. Mas Deus aplicou a ela os frutos da redenção antes do fato histórico da morte de Cristo porque para Deus não há tempo; apenas o eterno presente. E a dignidade e grandeza do filho assim pediam. Louvemos a Deus pela grande misericórdia que teve para com a Virgem Maria reconhecendo  oque ela mesmo afirmou . "Fez por mim grandes cosias aquele cujo nome é Santo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário