domingo, 19 de setembro de 2010

O Sacrifício Eucarístico

Jesus disse: "Isto (com um pedaço de pão de trigo em suas mãos) é o MEU CORPO que será entregue por vós" (à morte na cruz por vós). E para reforçar ainda mais a realidade desta morte, tendo em suas mãos um cálice com vinho disse: "Isto é O MEU SANGUE que será derramado por muitos ( Durante a sua morte na cruz, devido as perfurações dos pregos) para REMISSÃO DOS PECADOS. Então a missa é plenamente o SACRIFÍCIO REDENTOR de Cristo Jesus em nosso favor. Não é um show de auditório. Não é um encontro de instrução doutrinária. Não é um culto protestante e muito menos uma CEIA FRATERNA em que recebemos um pedaço de pão, fazendo de conta que é CORPO DE CRISTO. Não! A Missa é o calvário agora e a REMISSÃO DOS PECADOS pela morte de Cristo no eterno AGORA de Deus. Tudo converge para este momento chamado consagração do pão e do vinho. Orações, cânticos, leituras e os sermões dos padres. Tudo tem o seu centro na consagração e e seu fundamento nas palavras de Cristo. "Isto é o meu corpo...Este é o cálice do meu sangue." Sem o reconhecimento de que fomos salvos pela morte de Cristo, a missa tornar-se para nós mero evento religioso do domingo. Sem nos unirmos espiritualmente ao sacrifico de Cristo ficamos atentos apenas ao aspecto externo. Aos sermões e as leituras que poderiam e podem ser feitas em casa, em grupos. Bem como as orações. Nenhum encontro de orações, nem uma Celebração da palavra, mesmo em que haja comunhão. se iguala a missa. Pois só esta é o supremo sacrifício de Cristo por todos e em beneficio de muitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário