domingo, 5 de dezembro de 2010

O PRESERVATIVO E O PECADO

Ontem(04/12) no programa CQC da Bandeirantes colocaram um dos repórteres entrevistando deputados e o povo com a afirmação "Papa libera a camisinha para prostitutos e prostitutas." Muitos entrevistados diziam se liberou pra um grupo libera para todos.Chegaram ao cumulo de distribuir camisinhas em frente a uma Igreja. Tiveram a sorte de entrevistar um padre sem firmeza e convicção que nem se deu ao trabalho de esclarecer o verdadeiro sentido, da embora confusa e ambígua e desastrada afirmação do Papa. O padre disse rapidamente que o sexo deve ser vivido no matrimônio mas não se referiu ao que o Papa falou dando oportunidade para o repórter rebater: "Mas o senhor está contra o papa?" E ele ainda disse que o CQC o pegava de"calças curtas" Ele estava paramentado e o humorista repórter disse: "Mas padre o senhor está de batina" (paramento). Esta confusão toda por causa de um comentário infeliz a uma pergunta de outro repórter ao papa. Não entendo porque o próprio Bento XVI não se manifestou ate´agora pra corrigir isso. Reconfirmar a doutrina moral cristã em relação ao sexo. Só ele poderia dizer o sentido que deu as suas palavras. O vaticano quando mais explica mais complica. Tão simples seria dizer apenas: PARA OS QUE VIVEM EM PECADO, PARA OS QUE NÃO SÃO CATÓLICOS, PARA OS PROMÍSCUOS, É COMPREENSÍVEL QUE UM PROSTITUTO OU PROSTITUTA não ACRESCENTEM AO SEU PECADO MAIS ESTE: O DE CONTAMINAR OUTROS TRANSMITINDO UMA DOENÇA. A IGREJA Não mudou em sua doutrina. Quem guarda a castidade quer seja solteiro ou casado não precisa de camisinha. Quem leva uma vida sexual ativa fique consciente de que está em pecado e se pensa que o preservativo o protegerá que o faça. O use. Não acrescente à sua vida pecaminosa mas este pecado. O de transmitir uma doença incurável e mortal. Que não faça como Herodes que ajuntou ao seu pecado de adultério o de mandar degolar João Batista.Lucas 3,20

Nenhum comentário:

Postar um comentário