sábado, 19 de fevereiro de 2011

REINO E REINADO DE DEUS

Em um retiro que participei no mosteiro Cisterciense de Jequitibá, interior da Bahia, o Pregador, Dom Boaventura kloperburg  nos explicou o significado bíblico de reino e reinado de Deus. Jesus ao referir-se ao Reino dos céus ou de Deus em suas parábolas nos indica o mundo onde está presente tanto os filhos das trevas como os da Luz. Os bons e os maus. O Reino de Deus é o campo onde o inimigo semeou o joio ou cizânia. Já o reinado de Deus, que Jesus nos indicou para pedir no oração que ele nos ensinou, o Pai-Nosso, é o mundo onde Deus é o único rei. Em que o mal foi retirado, separado definitivamente do convívio dos bons. É o triunfo de Deus sobre o pecado e a justa punição dos maus. Este Reino é mostrado por Jesus como iniciado ao final dos tempos. Está associado à segunda vinda gloriosa do Cristo. Não se confunde com um reino temporal e humano  ou mesmo com uma forma teocrática de governo. No Reino os filhos de Deus realizam com naturalidade a vontade do Pai que está nos céus, porque em estado de Graça só podem querer e amar o que Deus ama e quer.Embora seja um esperança ,cuja a realização, está num futuro conhecido apenas por Deus, o cristão deve buscar este Reino; ao encontra-lo deixar tudo para conquistá-lo. Jesus indica o valor sem igual do Reinado de Deus, a qualquer poder ou bem temporal, quando o compara a uma pérola, ou a uma pedra preciosa...Por causa deste tesouro se deixa tudo para poder adquiri-lo. O Cristão deve viver no mundo, Reino de Deus, como se já estivesse sob o reinado de Deus. Por isso é necessário muito mais ser amigo da Realeza de Cristo, do que amigo ou súdito do reino de Cristo, já que Cristo ressuscitado e sentado à direita de Deus, é rei até mesmo daqueles que não o reconhecem como rei. Ele submete os seus inimigos, que estão em seu reino como apoio de seus pés. Mas o amigo da Realeza de Cristo ama Cristo como Rei. Pois realeza aqui, tem o sentido de Senhorio, Soberania, Poder...Quem reconhece a Realeza de Cristo vive como um fiel súdito do Rei ,num reino que ainda não está livre dos maus.  Pede e anseia pelo triunfo de Cristo no mundo e pelo fim do mal no mundo. Sabe que toda autoridade foi dada a Jesus, verdadeiro homem, tanto no céu, como na Terra e reconhece que Jesus,é  o soberano mais poderoso da Terra. Todos os governos do mundo estão sujeitos a ele e  Ele haverá de fazer os reinos do mundo, e os que se acham poderosos neste mundo, a reconhecê-lo como Rei e Senhor. Amemos agora o Cristo que é Rei,na obediência aos seus mandamentos, para que tenhamos parte em seu Reinado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário