terça-feira, 30 de agosto de 2011

RELIGIÃO QUE INCOMODA

Religião que tem como objetivo deixar que eu fique centrado,equilibrado, em paz, alinhar os chacras, esvaziar a mente, que consiste em rituais e costumes, esta é fácil de praticar e a religião da modernidade. O grande números de livros sobre assuntos como Yoga, aromoterapia, Reiki, meditação, xamanismo, círculos sagrados e muitos outros ritos e crendices, comprovam Há inclusive entre católicos e protestantes,esta religião do querer o fazer e não  o viver;  para católicos vestir-se de branco todo dia 13 de cada mes, rezar o terço da misericórdia e ou para os protestantes ver shows de fé, com propaganda de milagres estupendo,  é fácil de seguir. Mas religião que se intromete na forma de viver, que determina o  que é certo e aponta o que é errado, esta incomoda. É considerada moralista, intransigente; Mas  é  esta religião dos profetas. Dos que denunciam o erro e anunciam a vontade de Deus.

'Não te é permitido viver com a mulher do teu irmão." Mc 6,18

Eis o motivo que fez São João Batista perder a cabeça literalmente. Se houvesse ficado apenas batizando nas margens do Jordão e não fosse incomodar Herodes, por causa do seu adultério,  certamente teria morrido de velhice. Mas o profeta, em nome de Deus não silencia perante o erro. Ele sabe que sua missão é anunciar a vontade de Deus aos que estão no erro. E por isto incomodam. São um empecilho aos planos dos que persistem em praticar o mal.

Não te é permitido viver com a mulher do teu irmão." Mc 6,18

Herodes admirava João. sabia que ele era justo e santo. Mas não tinha a disposição de aceitar a verdade sobre o que estava fazendo. Vivendo em adultério com a própria cunhada. A Igreja é admirada, incentivada, quando defende os direitos humanos, os pobres, a reforma agrária. Mas é chamada de medieval, quando denuncia o divórcio,o aborto,  o adultério, a permissividade sexual, como todas as suas variações. Porque isto incomoda. Inclusive aos católicos piedosos, que não deixam de rezar seus terços todos os dias, de fazer e pagar promessas e romarias.

"Não te é permitido viver com a mulher do teu irmão." Mc 6,18

São João denunciou um erro pessoal de um rei. Não temeu confrontar um tirano e mostrar o que não estava certo. Não te permitido viver com a mulher do teu irmão. Se meteu na vida particular de Herodes. Também acusam a Igreja de se intrometer na vida das pessoas quando esta diz: Não te é permitido abortar; Não te é permitido adulterar; não te é  permitido explorar o trabalho de teus empregados; Não te é permitido deixares passar fome ao teu próximo; não te permitido viver com o mesmo sexo, como se fosse um casal e nem manter relação com o mesmo sexo. Nestas horas, muitos desejam que Igreja perca a cabeça.  Incomoda! Se ficasse restrita as suas novenas e romarias, as devoções aos seus santos, deixariam a vida de muitos, ditos católicos em paz. Mas a Igreja tem a missão profética de João Batista e muito mais, a missão de Jesus, que veio ao mundo mostrar que suas obras são más. O martírio de são Batista mostra qual a verdade maior da Religião verdadeira. Denunciar mal, persistir no bem. Não ocultar a verdade, e isto por caridade. Porque mostrar o erro a quem vive no erro, é também um ato de caridade. Que o Santo profeta, precursor do Cristo, nos ajude a também a profetizar contra o erro e principalmente a extirpa-lo de nossa vidas. Que nossa Religião seja a do Cristo. Aquela que exige conversão,  mudança de mentalidade. Que não se limite a atos exteriores de piedade. Mas que seja adoração Deus, em espírito e verdade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário