sábado, 8 de outubro de 2011

ROSÁRIO: UM MODO DE ORAÇÃO


O Rosário foi uma adaptação ao catolicismo dos mantras orientais. Era comum nas religiões orientais recitar várias vezes um nome para concentrar a mente. O cristianismo espalhou-se entre várias culturas não poderia destruir-las. Mas centraliza-las em Cristo. Já os cristãos orientais possuem um modo de oração semelhante ao recitar várias a oração "Jesus Filho do Deus vivo, tende piedade de mim, pecador." Ainda hoje é o rosário deles.
No Catolicismo esta forma de oração tem um sentido diverso. Está associada diretamente à pessoa da Virgem Maria, mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo. E como é composto da união de várias orações, nele predomina a saudação do anjo, a conhecida Ave-Maria e oração da Igreja, recorrendo à intercessão da Virgem." Santa Maria, mãe de Deus..."São 150 Ave-Marias. O terço é a terça parte de um rosário e no caso 50 Ave-Marias. Cada recitação da Ave-Maria foi simbolizada como uma rosa oferecida à mãe de Cristo. Daí a origem do nome rosário. Alem das saudação do Anjo, juntou-se a esta forma de oração o Pai-Nosso, oração ensinada pelo próprio Cristo e a Profissão de Fé, o credo com o Glória Santíssima Trindade. Só após as aparições em Fátima foi acrescentada a oração: "Ó meu Jesus perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu e socorrei as que mas precisarem."
No entanto o mais importante no rosário é a contemplação e meditação dos mistérios da vida de Cristo. Estes são divididos em mistérios gozosos, que indicam felicidade, alegria; mistérios dolorosos, que indicam os sofrimento e a morte de Cristo e mistérios Gloriosos que nos conduzem a refletir sobre a Ressurreição de Cristo e glória que ele concede aos que crerem nele; O papa João Paulo II acrescentou os mistérios luminosos que apresentam a vida publica de pregação de Jesus.

Para não passar a ser um foram de oração mecânica repetitiva e não cair na condenação do Senhor, o Rosário deve ser recitado unido estes três aspectos. Oração vocal pela recitação dos pai-nosso e Ave-Marias e meditação, contemplando os mistérios da vida do Senhor. E fazendo isto como Nossa Senhora o fez conforme Lucas 2,19-20. "Maria conservava todas estas cosias meditando-as em seu coração." Assim com olhar de Maria e pedindo a ela sua intercessão para que possamos obter os frutos deste método de oração que é como que o sinal externo do catolicismo. Todo católico porta um terço.Até mesmo os católicos de IBGE. Mas o Rosário ou o terço, não é uma moeda de troca. Não se pode barganhar com Deus prometendo rezar tantos terços para receber em troca alguma coisa. Não é pela força do muito falar que alcançaremos o que Deus quer para nós. Fazendo assim agimos como agiam os pagãos que pensavam que obteriam ajuda dos deuses por meio de formulas mágicas. Só com a concentração nos mistérios e a reta intenção de obter os frutos e seguir os exemplos que ele nos mostram, o terço se torna um forma de oração agradável a Deu e útil à nossa vida espiritual e eficaz perante a intercessão de nossa mãe Santíssima. Embora rico em conteúdo, o Rosário não tem poder por si mesmo. Ele é um sacramental e como todo sacramental depende das disposições interiores e da reta intenção de quem o recita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário