sábado, 17 de dezembro de 2011

O VERDADEIRO SIGNIFICADO DA IGREJA

Em que creem os católicos? Em santos, novenas, imagens, promessas, terços? Bem, para os de fora, os não praticantes essa é a face do catolicismo que é vista. Ignoram o verdadeiro significado do que é Igreja  e da palavra católico. Mas o que é  fundamental no catolicismo? Certamente não são os santos, as imagens, as promessas e as romarias; isto é apenas um aspecto do mesmo e o menos importante. O fundamental no catolicismo é o conceito que este tem do que é a Igreja. O católico  crer que Jesus instituiu uma organização visível, com um governo legitimo e formado por pastores e ovelhas, desde o dia de sua morte  e ressurreição, até aos dias atuais. Por isto ele crer que Jesus concedeu aos apóstolos, não só  poder de fazer  milagres, expulsar demonios, curar os doentes, mas também o poder de transmitir aos seus sucessores o que  a eles  foi conferido. O de pastorear a Igreja de Deus; o de Ligar e de desligar; o de perdoar os pecados e  o de nos fazer participantes pelo pão consagrado, que é o corpo de Cristo e do vinho consagrado, que é o sangue de Cristo, pois sua carne é verdadeira comida e o seu sangue verdadeira bebida e nossa comunhão é com Cristo vivo e ressuscitado, pois não é mais pão o que recebemos e nem é mais vinho o que bebemos.  Pela ordem de Cristo: "Fazei  isto em memoria"  um alimento material,  se torna outra realidade superior,  que nossos sentidos não percebem, mas que aceitamos pela fé.

É inútil dabater com protestantes pontos específicos da doutrina católica. O essencial primeiramente é indagar  ao protestante o que ele entende sobre a  Igreja? Estes não creem numa Igreja visível. Para estes a Igreja é a soma eventual, num culto ou num encontro, dos que crêem em Cristo; que o aceitaram individualmente. Ela se faz visível apenas quando se encontram para orar, adorar ou está presente apenas naqueles que aceitaram Jesus como seu salvador pessoal. Os mesmos entendem que com a morte do último apóstolo a Igreja enquanto organização se foi e ficou a Bíblia. Por isto é que a mesma Bíblia é uma fabrica de milhares de igrejas entre eles. Porque esta, para eles, não nasceu da Igreja mas as igrejas nascem dela. Esquecem que antes veio o anuncio oral da Palavra de Deus. A Organização da Igreja em presbíteros, epíscopos e diáconos e a doutrina da Redenção por Cristo.  E que foram as autoridades da Igreja  definiram os livros inspirados por Deus e os que não eram. Foi uma autoridade externa à própria Bíblia quem formou a Bíblia. Mesmo que não tenha sido a diocese de Roma ou papa. Isto não tem a menor importância. Porque foram Concílios  regionais de bispos que definiram os livros canônicos da Bíblia, como da mesma forma forma, os Apóstolos e anciãos de Jerusalém determinaram o que era necessário aos gentios fazer para ingressarem na Igreja. 

O protestantismo é uma colcha de retalhos de tecidos diferentes. Multicolorida. Na verdade de material diferente e ainda pretendem que haja uma Igreja evangélica. Não há Igreja evangélica  Há  crenças e indivíduos evangélicos. Daí como conseqüência, qualquer protestante formar a sua turminha, alugar um prédio, dar um nome ao seu grupo e fundar a sua Igreja. Que Igreja?  Católica ? Não porque surgiu há  pouco tempo. Apostólica? Não, porque não surgiu  dos apóstolos mas da Bíblia. Não está vinculada a um apóstolo e a um  sucessor deste . Única? Não, por só é uma parte de milhares do outras, que como ela apareceu,  porque um pastor tal quis um costume diferente, descobriu uma doutrina que a outra não tinha. Então não há o  verdadeiro significado do que seja a  Igreja para os evangélicos. Eles se unem apenas em um aspecto. Afirmar que a Igreja Católica é a unica falsa e adulterada. E diferem entre si em muitos aspectos importantes. A não ser que entendam a Igreja como uma pessoa que crer. Onde estiver um crente em Cristo aí estaria a Igreja. Mas sabemos que  palavra Igreja  em grego, significa Assembléia e não existe   assembléia  de uma só pessoa.  E também a Igreja não é uma Assembleia efémera, que se reúne  por causa de um problema e  depois se desfaz A Igreja fez a Assembléia de Jerusalém, mas esta Assembléia dos apóstolos aconteceu, porque já havia a Igreja liderada por Pedro, pelos outros apóstolos e os anciões. E esta Igreja tinha autoridade para determinar o que os cristãos de Antioquia deviam fazer e ou  evitar. A Igreja a precedeu a Assembléia de Jerusalém.
 
Os Católicos possuem a verdadeira definição do  que é  Igreja de Cristo. Creem  que ela é uma organização formada por membros bons e maus. Por santos e pecadores. Por  pessoas com erros e acertos. Mas acima de tudo, crêem que Cristo está com esta instituição sustentando-a com a força do Espírito Santo. Por isso crêem em tudo o que esta definiu nos santos concílios e confessa a mesma doutrina em qualquer lugar do mundo. Acima de tudo, porque acreditam que Deus, sendo a verdade absoluta, jamais poderia deixar que falsas doutrinas ou a  idolatria ( no pensamento dos protestantes os católicos adoram Maria, os santos e as imagens destes) durante tanto tempo, em todos os lugares do mundo,  fosse a maior expressão do Cristianismo.E que a verdade só aparecesse e tivesse êxito com Lutero em 1517. E ainda mais. Manifestar-se  através de milhares de comunidades, que se dizem cristãs, mas disputam entre si as pessoas, anunciando milagres e curas. Colocando em evidência pastores escritores, curandeiros e pregadores. 

A Igreja de Cristo está acima de tudo isto. Ela permanece firme com  a Rocha porque alicerçada na fé de Pedro e dos apóstolos. Creio na Igreja, Una, Santa, Católica e Apostólica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário