segunda-feira, 4 de maio de 2015

A Missa e as palmas

     Por que não devemos bater palmas durante a Santa Missa? Porque a Santa Missa não é um show de auditório ou uma apresentação teatral em que seja conveniente bater palmas. Nem para o padre, nem para as comunidades presentes, nem para aniversariantes e nem mesmo para Deus.
     Durante a missa se contempla o que de maior, mais perfeito e excelente Deus fez por nós. Nos deu o seu único Filho  para oferecer-se em sacrifício pelos nossos pecados. De modo que o maior louvor que podemos prestar a Deus é adora-lo em espírito, oferecendo a ele a nossa vontade para obedece-lo em tudo e em verdade, crendo em tudo que ele nos revelou e que confiou à Santa Igreja para nos transmitir e externamente nos ajoelhando e  também pela nossa oração. Diante destes gestos as nossas palmas não servem para nada.
     A missa não é para fazermos alguma coisa para Deus, mas é para contemplar o que Deus fez por nós. Deixemos as palmas (as danças, as culminâncias e demais invenções humanas) para os encontros, congressos e palestras. O rito da Santa missa é algo único e exclusivo de Deus porque único e exclusivo foi seu sacrifício por nós em Cristo Jesus nossos Salvador, diante do qual nossas palmas emudecem em silenciosa adoração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário