sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

DAR CRISTO AOS QUE NÃO O CONHECEM,NÃO O AMAM E NÃO O OBEDECE!

Infelizmente entre os católicos, anunciar Jesus Cristo como Salvador é considerado proselitismo e desrespeito religião dos povos e à sua cultura. Muitos foram que os pensaram e ainda pensam desta forma, embora a Congregação para a Doutrina da Fé publicasse a declaração Dominus Iesus em 06.08.2000 e o Papa João II tenha alertado para este erro na Encíclica sobre a Validade Permanente do Mandato Missionário em 1980. Anunciar Jesus é apenas proclamar seu amor humanista. Servir aos outros e deixa-los livres para continuar na própria fé. Na verdade afirmam até que o Hindu deve continuar mais hindu e o budista mais budista. Se anunciar Jesus como unica Salvador e a Igreja Católica como a única Igreja,está se fazendo uma violência ao povo e impondo a eles sua cultura. Como estaria o cristianismo hoje se essa mentalidade houvesse prevalecido logo no inicio? Com certeza não teríamos milhares de mártires que deram sua vida por Cristo. Não haveria pessoa que reconhecesse em Jesus o Filho de Deus e salvador do mundo. Ele seria um mestre da bondade ao lado de Budá, Confúncio e Lao-Tsé. Um a mais para nos indicar o caminho do amor, da solidariedade. A sua máxima que disse de forma categoria "Eu sou o caminho, a Verdade e a vida"(Jo 14,6) não seria confessada e ou seria entendida de outra forma, como muitos afirmam hoje. Jesus pode até ser o Caminho diriam, mas é o caminho para o outro, ao próximo e a verdade sobre o homem. Cristo por si mesmo não teria uma importância fundamental porque não se anunciaria o Cristo "que nos amou amou e se entregou à morte por nós"(Gl 2,20) mas o amor de Cristo aos outros. O mestre do humanismo. A Igreja lembra no dia 03 de dezembro, grande missionário Francisco Xavier. Um cristão que foi ao oriente, não para dizer aos pagãos, vocês já tem Cristo na medida em que amam uns aos outros, porem foi anunciar: O Cristo Filho de Deus é o Salvador do mundo. Foi fazer dos povos de outras religiões discípulos de Cristo. Primeiro anunciou Cristo, o Senhor. E para aqueles que reconhecem Cristo como Senhor e Salvador há o dever de obedecê-lo, pois Cristo tendo a autoridade de Senhor de Deus tem direito à pronta OBEDIÊNCIA,que se manifesta em amor ao irmão na fé, ao pecador necessitado de conversão e aos pobres pelas obras de misericórdia e luta pela justiça. Porem tudo isto vem da fé em Cristo Jesus. Infelizmente silencia o lado principal na vida de São Francisco Xavier tornando-o como cita uma biografia sua na internet. do blog ligado aos Jesuítas: "o homem que teve o um desejo imenso de imitar Jesus e uma paixão que o levava a querer dar a vida ao serviço dos outros" (Blog Companhia dos Filósofos.) Não! Francisco foi levado pelo desejo IMENSO de dá Cristo aos que não o amavam, não cria nele e nem o adoravam. Por amor a Cristo servia aos doentes e pobres mas com a determinação de leva-los a Cristo Jesus nosso único e soberano Senhor. Que o grande Missionário do Oriente inflame de fervor missionário os homens da Igreja de hoje para que anunciem sem medo o Cristo que nos amou e nos salvou.

Um comentário: