sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O APOSTOLADO ATRAVÉS DA ORAÇÃO

Nossa época em nome dos direitos humanos, da liberdade, da democracia, retiram Deus da vida social e política e até da vida pessoal. Enquanto o próprio Deus é quem dá à natureza humana toda a dignidade que ela possui. Sim ,porque, o fato de sermos filhos de Deus, redimidos por Cristo, nos garante uma dignidade que exige respeito de todos e defesa dos direitos do homem. A liberdade para servir a Deus renunciando ao mal e afirmando-nos no bem. Filósofos materialista enganaram-se ao difundir que a religião alienava e escravizava o homem. Na verdade, foi a fé cristã que se empenhou mais do que todos os outros credos, em defender o ser humano por ser este filho de Deus herdeiro da vida eterna. No entanto, estes, em nome do humanismo e de supostos direitos absolutos do homem, pregam a liberalidade em matéria moral e ética; particularmente no que se refere aos supostos direitos individuais, que tornam o homem o tirano de si mesmo. O movimento feminista querendo fazer a mulher tornar-se de companheira semelhante e auxiliar do homem se torna a sua concorrente ou adversária e em nome de propalado direito sobre o seu corpo se faz a senhora da vida, decidido quem deve morrer ou nascer, pela pratica hedionda do aborto.A liberação sexual transforma o corpo humano em mero objeto de prazer, o igualando a uma mercadoria que pode ser vendida ou a um objeto, que depois de usado é descartado. Tudo isto começou a partir das revoluções ditas modernas, que tiveram como objetivo retirar Deus da vida dos homens na terra. Estes se apossaram dos que possuem o poder de formar opiniões, estabelecer novas mentalidades, como professores, filósofos,cientistas, artistas e escritores. Jesus mesmo afirmou:"Os filhos deste mundo são mais espertos do que os filhos da luz no trato com seus semelhantes." Lu 16, 1 Esta revolução para a mudança de toda uma forma de entender o homem a natureza e o mundo veio de maneira sutil. Penetrou nas escolas, universidades e até na Santa Igreja, através de padres, bispos e outros que pensam que o mundo é que deve submeter-se a Deus e acomodar-se a ele, para agradar a uma mentalidade soberba que visa apenas sua própria satisfação.No entanto estejamos ciente que esta mudança de mentalidade, que endeusa a criatura ao invés de render culto ao criador e ama-lo (porque foi este mesmo criador que nos concedeu a maior dignidade que um simples criatura poderia desejar)é conduzida por espíritos malignos e é a estes espíritos,(Ef 6,12ss) que visam retirar Deus da vida das pessoas, que devemos enfrentar pela força da oração, confiados no que Cristo disse"Coragem, Eu venci o mundo!" Os filhos da luz, amigos de Cristo rei, são convidados a todos os dias pedirem a Deus por aqueles mesmos que se tornaram responsáveis pela revolução contra Deus e contra o próprio homem. Primeiramente pedir pelo santo Padre, o papa, que na fortaleza da fé denuncie os erros de nossa época, reafirmado a doutrina da santa igreja sem medo de perseguições e rejeições; pelos padres, para que visem unicamente anunciar Jesus Cristo, Filho De Deus e Deus verdadeiro e não temam denunciar os pecados pessoais de nosso tempo; pelos Teólogos, Filósofos,professores, escritores, jornalistas, artistas e repórteres, parque sejam convertidos e se tornem instrumentos no poder de Deus para anunciar o reino de Cristo e os valores eternos do Evangelho. Nos unamos todos os dias suplicando a Deus nestas intenções pois o mesmo Cristo nos disse: "Onde dois ou três ESTIVEREM DE ACORDO SOBRE QUE DECIDIRAM PEDIR eu estarei no meio deles." Confiemos em Cristo. Só com a conversão destas categorias de pessoas, que são os formadores de opinião e de paradigmas, poderemos retornar a uma sociedade em que Cristo Jesus é o unico centro e que por isto mesmo o ser humano é enaltecido em sua dignidade de Filho de Deus e herdeiro da vida eterna.Escolha um horário e ore todos os dias por estas categorias de pessoas conforme as intenções expostas acima. É o pedido que faço aos seguidores e visitantes deste blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário