segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

O EXERCICIO DA OBEDIENCIA


A Regra de São Bento tem como fundamento a obediência. Ela define o monge como aquele que renunciando a própria vontade deseja viver sob a autoridade do outro: o Abade. Para os que tem vida em comum não faltará oportunidades de manifestar esta obediência na rotina do diária. Mas para o Cristão leigo que vive na familia ou sozinho como aplicará na pratica este preceito da Santa Regra de São Bento? "O terceiro degrau da humildade é quando o monge, por amor a Deus,submete-se ao superior com toda obediência, imitando o Senhor de quem diz o Apóstolo:"fez-se obediente até a morte." RB 7,34. Fl 2,8. Nunca estaremos vires do exercício da autoridade de alguém sobre nós. Somos capazes de realizar atividades que nos desagradam, suportar para manter o trabalho um chefe injusto e exigente. Trabalhamos por uma questão de sobrevivência e por necessidade do dinheiro obedecemos. O católico, amigo da Realeza de Nosso Senhor Jesus Cristo, transforma esta obediência forçada pela necessidade num ato de amor a Deus. Ver nos seus superiores civis, os chefes de seu trabalho e no seu superior religioso, no caso o padre de sua paróquia e o bispo da diocese a que ela pertence, o Abade de um mosteiro. Embora esteja vinculado ao trabalho por uma questão de necessidade material, submete-se a esta autoridade por amor a Deus; para exercitar a virtude da obediência naquilo em que for em conformidade com a lei de Deus. Embora ninguém tome disto conhecimento e entenda que este faz o que lhe é devido por causa da necessidade do dinheiro, este internamente, o faz para agradar a Deus e purificar sua pessoa exercitando a humildade e fazendo calar a soberba. Este é o modo, que poderemos viver este preceito da Regra de São Bento. Obedecendo aos nossos superiores no trabalho como se estes fossem o nosso abade. Cumprindo nossas obrigações profissionais não como simples operários, mas como imitadores do Filho de Deus que sendo rico se rebaixou ao ponto de obedecer até a morte e morte de cruz.
Dai-nos Senhor Jesus, a obediência à vontade de Deus, no cumprimento de nossos deveres profissionais. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário