quinta-feira, 10 de março de 2011

DA OBSERVÂNCIA DA QUARESMA

Ainda que em todo tempo a vida do monge deva se passar como se ele estivesse na observância da Quaresma, como poucos têm a capacidade de fazê-lo, aconselhamos que estes dias da quaresma sejam guardados por uma vida absolutamente pura. Que se corrijam ao mesmo tempo, nesses santos dias, todos os relaxamentos de outros tempos. Isso se faz de maneira correta se nos afastarmos de todos os vícios e nos entregarmos à oração acompanhada de lágrimas, à leitura, à contrição de coração e praticarmos também abstinência. Regra de São Bento, Capítulo 49, 1 a 4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário