terça-feira, 14 de junho de 2011

O SUSTENTACULO DO CRISTIANISMO

Sem uma referencia de unidade e o reconhecimento de um magistério autorizado por Cristo, o cristianismo teria se dividido cada vez mais, e quanto miais dividido teria ficado mais enfraquecido. A primazia e a centralidade da Igreja, acontecida sob a sê apostólica de Roma, tendo em seu bispo, o sucessor do primado petrino, foi providencial para que o cristianismo unificado, tanto na fé como juridicamente, pudesse converter as nações bárbaras e se firmar no mundo com uma religião unida.
A história comprova por meio da reforma luterana do século XVI,  que sem uma unidade visível, definidora da doutrina  e da organização da Igreja, o resultado seria o  esfacelamento da Igreja una em milhares e milhares de igrejinhas, cada uma querendo obter mais seguidores e muitas vezes em contradição doutrinária entre elas. O Espírito Santo providenciou para sob a pirmazia concedida ao apóstolo Pedro que  houvesse de fato unidade não apenas de doutrina,  mas de governo na Igreja. Por sito sem duvida podemos afirmar, que a autoridade da bispo de Toma sob as igrejas particulares foi e tem sido a garantia da unidade e a força do cristianismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário