terça-feira, 2 de julho de 2013

A REALEZA DE CRISTO



II — Afirmação da realeza de Cristo

Ciclo da Páscoa. —Na Quaresma e Semana Santa comemora-se à Paixão e Morte de Jesus. Todavia, através das suas humilhações sobressai a Sua realeza.No tribunal de Pilatos, onde teve um julga­mento infame, Jesus declara que é rei: «Na verdade eu sou Rei.» No Calvário, onde teve uma morte afrontosa, a inscrição da Cruz proclama que Ele foi crucificado porque se dizia Rei: e o bom ladrão faz um ato de fé na sua realeza; «Lembrai-vos de mim quando chegardes ao vosso reino» E a santa Igreja suplica à árvore da Cruz que se transforme num trono. «Árvore augusta, verga os ramos, e, aos membros do Rei dos Céus, oferece um leito mais suave.» As Suas humilhações são a garantia da Sua glória. Era preciso, diz Ele aos discípulos de Emaús, que Cristo sofresse todas estas coisas para que assim entrasse na Sua glória.A Sua Ressurreição é a vitória sobre Seus inimigos.
Continuação

Nenhum comentário:

Postar um comentário