terça-feira, 14 de janeiro de 2014

ADORAMOS CRISTO VIVO



        
 


       Acusam-nos de adorar um Cristo morto porque veneramos Cristo crucificado. E os que fazem isto são os que não acreditem que a carne de Cristo é verdadeira comida sob a aparência e de pão e que o seu sangue é verdadeira bebida sob a aparência de vinho. Eles recebem um pão que á apenas pão e faz de conta que é o corpo de Cisto e recebem apenas vinho (ou suco de uva) que faz de conta que sangue. Nós cremos no poder das palavras de Cristo. Ele disse. “Isto é o meu Corpo” e não isto faz de conta que é o meu corpo e o mesmo disse do cálice. E a palavra de Jesus tem autoridade. Ele disse ao mudo e surdo “Effata” abre-te e seus ouvidos abriram-se e ao cego Veja e ele viu, porque não teria suas palavras o poder de fazer do pão sua verdadeira carne e do vinho o seu verdadeiro sangue? Teria ele apenas o poder de criar mais um símbolo? Cremos que não.
         E não recebemos um Cristo com um corpo sem sangue ou um sangue sem corpo. O recebemos vivo e ressuscitado. O recebemos enquanto pessoa, inteiro, quer sob a aparência de pão ou de vinho. Porque no caso a separação de corpo e sangue, sim é que é simbólica., pois indica a morte de Cristo para nos salvar. Mas Cristo nunca mais pode morrer. E  ele se doa a nós por inteiro. Por isto tanto faz receber só  corpo vivo de Cristo ou só o sangue de Cristo. Tanto num como no outro se recebe uma pessoa viva.
         Então somos nós os católicos que adoramos o Cristo vivo e ressuscitado e, além disso, o recebemos real e pessoalmente. Quem adora um Cristo morto são aqueles que recebem apenas um pão e um vinho que poderia sr dado como símbolo por qualquer homem desta Terra. Nosso Cristo tem o poder de se dá a si mesmo da forma que ele quer e permanecer vivo sob a fôrma que quiser ente nos. Gloria a Cristo Eucarístico!.

Um comentário: