sábado, 5 de abril de 2014

O Calvário e a Missa

 http://www.padresanto.com.br/sub_imagem/15.12.2013_41c8a13f063f293195b4f005c8c66024.jpg
         O culto público externo de Adoração a um deus consiste em oferecer um sacrifico ao mesmo; como maior dom que temos é a vida, todas as religiões antigas ofereciam entes vivos aos deuses. Alguns até vitimas humanos, porem o povo judeu só oferecia animais em sacrifícios. Por isto curvar-se perante uma pessoa, solicitar suas prece em favor de alguém ou sua intervenção junto a Deus, nunca foi, na bíblia sinônimo de adoração.
         Com a vinda de Jesus cessaram os sacrifícios da antiga lei de animais porque Jesus ofereceu-se a si mesmo a deus pela remissão de nossas pecados. no calvário Jesus deu sua vida pela fidelidade a deus e isto trouxe para todos os que nele creem a remissão dos pecados e a vida eterna. Mas não cessou o sacrifico. Pois o próprio Deus afirma em que do nascer ao por do sol seria oferecido a ele um sacrifício perfeito. (Ml 1, 11) O sacrifício da Igreja é a oferenda de cristo no calvário. Por isto em cada missa retornarmos misticamente àquele instante único em que o filho ode deus grita poucos antes de render o espírito. "Está Consumado! “ (Jo 19,30) de modo que até hoje não houve mais que uma só missa; a do calvário,  sendo que cada Missa celebrada é o mesmo sacrifício da cruz  de  forma incruenta, porque Cristo uma vez ressuscitado não morre mais. Porem, perante o eterno  presente de Deus o calvário é um fato de agora e somos unidos a este acontecimento  em cada missa que é celebrada. A missa nada mais é do que este sacrifício perpétuo que Deus estabeleceu para anular e revogar todos os sacrifícios dos pagãos e dos hebreus.
         Por isto a santa Igreja é a única que possui o verdadeiro e único culto de adoração a Deus. Porque a missa não oferecida a virgem Maria, nem a nenhum outro santo. É oferecia apenas a deus. e a vítima é perfeita e pura. É o mesmo nosso senhor Jesus cristo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário